Aba 1

Trupe da Kuki Clínica Veterinária
E-mail
Resolva :

Postado em 06 de Março de 2017 às 07h10

Alimentação natural para meu cachorro. O que dar?

Trupe da Kuki Clínica Veterinária POLÊMICA!! A alimentação natural para cães é um assunto que ainda divide opiniões. Existem aqueles que são contra as rações especializadas, por serem...

POLÊMICA!! A alimentação natural para cães é um assunto que ainda divide opiniões. Existem aqueles que são contra as rações especializadas, por serem produtos industrializados. Por outro lado, algumas pessoas acreditam que a alimentação natural não oferece a quantidade de nutrientes necessária para a saúde do animal. Esses dois lados possuem adeptos, inclusive da área da saúde. De qualquer forma, se a alimentação natural for feita da forma correta, mal não fará e se você quiser ser adepto dessa forma, vou te falar sobre alguns alimentos que podemos e outros que não podemos oferecer para os bichinhos.

Antes de mais nada
Você deve consultar o veterinário para averiguar a fundo se seu animal não possui nenhum problema de saúde ou restrição alimentar. Por exemplo: minha cachorrinha, a Sunny, é alérgica a proteína animal. Isso mesmo, minha cachorra é vegetariana! Nesse caso, precisamos saber exatamente quais alimentos ela pode comer e como manter uma alimentação equilibrada para substituir esses nutrientes.

Outra questão: se quiser começar a trocar a alimentação do seu bichinho de ração para produtos naturais, isso deve ser feito de forma gradativa. Intercalando a ração com a nova alimentação para que o organismo vá se acostumando.

Vamos começar pelas carnes (infelizmente essa parte não serve para minha filha peluda Xp):

Crua ou cozida
Outra polêmica. Alguns defendem que carne crua é natural e saudável para os animais, visto que é a base principal da alimentação dos ancestrais caninos. Apesar disso, esses alimentos crus podem possuir algumas bactérias causando infecção alimentar. As empresas que oferecem pratos de alimentos naturais para cães são proibidas pela legislação brasileira de usarem carnes cruas. Pelo sim ou pelo não, é sempre melhor cozinhar bem para evitar qualquer problema.

 

Ossos
Falando em carne, vamos deixar essa imagem do cachorro roendo osso do lado de fora, combinado? É muito fofo ver nos desenhos animados os cachorrinhos correndo felizes com um delicioso osso na boca, enterrando para mais tarde ou roendo feliz ao lado da mesa dos donos. Mas essa imagem pode ser bem perigosa. O que acontece é que, ao roer o osso (principalmente se ele foi cozido junto com a carne) um pedaço ou até mesmo uma pequena lasca pode ser engolida e causar uma ferida grave no interior do animal. Isso é bem sério mesmo e o cachorro pode vir a óbito logo em seguida dependendo da gravidade e do local do ferimento. Se for para introduzir alimentação natural, vamos dar produtos de qualidade e que sejam 100% seguros para a saúde do nosso amigo.

Sem tempero na alimentação natural
Ao contrário de nós humanos, os cachorros não precisam de uma variedade de sabores, comendo coisas diferentes todos os dias durante todas as refeições. Além disso, o paladar deles é mais apurado e não precisa (e nem pode) estar cheia de temperos. O alho, em pequenas quantidades, não é tão perigoso, mas a cebola possui uma substância muito perigosa e não deve ser utilizada no preparo nem em pequenas quantidades. O sal também pode ficar de fora! Para eles o sabor natural dos alimentos é mais gostoso.

Legumes
Esses são os campeões na alimentação dos bichinhos. Além de agradarem ao paladar, trazem diversos benefícios que vão desde nutrientes, até a limpeza dos dentes. A grande maioria dos legumes e vegetais podem ser servidos ao seu animal sem problemas. O importante é que você sempre retire as sementes e folhas e, assim como para nosso próprio consumo, sejam lavados para retirar qualquer sujeira. Alguns tubérculos devem ser cozidos, como a batata comum que possui uma substância chamada de solamina, que é tóxica. Além disso, a batata crua é mais difícil de ser digerida. Dê aquela cozidinha, espere esfriar e pode servir.

Frutas
Frutas também são adoradas pelos animas! Apesar de parecerem inofensivas, algumas são bem tóxicas, principalmente uva e abacate! O organismo animal é diferente do nosso e, algumas substâncias que fazem bem para a saúde humana, podem surtir o efeito contrário nos animais.

Frutas cítricas como laranja e abacaxi também devem ser evitadas, nesse caso por serem agressivas ao estômago podendo acarretar uma gastrite, por exemplo.

As demais frutas também devem ser lavadas e todos os caroços ou sementes retiradas! Em sua maioria para evitar engasgos ou a obstrução no intestino do animal, mas no caso da maçã, sua semente é venenosa de verdade! Até para nós humanos, mas mais ainda para os bichinhos. Tomando esses cuidados básicos, as frutas são petiscos e sobremesas deliciosas tanto para nós quanto para eles.

Mantenha distância
Nozes e castanhas não devem ser oferecidas aos animais, pois podem causar alergias, dores de barriga, vômitos e mal-estar no geral.

Chocolate é um dos maiores venenos para os animais! Não deve ser de forma alguma oferecido NEM EM PEQUENAS QUANTIDADES!!!

Lá em casa, não usamos a alimentação natural para a Sunny. Apesar de ser alérgica, ela come uma ração especial. No entanto é muito difícil achar petiscos que não possuam nem um pouquinho de proteína animal. Dessa forma, nós utilizamos frutas e legumes como petiscos! Sempre compramos cenoura (principalmente aquelas baby carrots, sabe? Cenourinhas pequenas) deixamos na geladeira e servimos como lanchinho! Ela adora e ainda ajuda a controlar o peso. E um pedaço de fruta é uma ótima recompensa para bom comportamento

Observar a reação do seu bichinho após a introdução de uma nova alimentação e com orientação profissional, você pode fazer pratos deliciosos e cheios de nutrientes para o seu amigo peludo que vai ficar feliz da vida com as comidinhas preparadas por você com todo amor e carinho.

Veja também

Como fazer meu filhote parar de morder?04/04/17 Os filhotes gostam muito de morder qualquer coisa, seja por brincadeira ou para “coçar” os dentinhos novos que estão nascendo. Então, como fazer o filhote parar de morder? Sabemos bem o quanto incomoda e machuca quando acabam nos mordendo em alguma brincadeira, ou quando ficam nervosos com alguma coisa, principalmente porque ainda não possuem nenhuma noção......
Cuidados com seu PET24/01/17 Neste verão, devido ao calor, os animais com certeza vão sofrer muito mais do que nós, pois não conseguem suar, e a maneira de perderem calorias é encostando parte do seu corpo em superfície gelada. Por isso eles......
Você sabia que os animais contribuem para a saúde dos bebês ?05/09/17 O que mais falamos aqui no Dicas Petlove é o quanto os animais nos fazem bem, não é? Alegram nossas vidas, nos fazem companhia e são verdadeiros membros da família. Agora, muita gente tem receio de criar um animalzinho......

Voltar para Blog