Aba 1

Trupe da Kuki Clínica Veterinária
E-mail
Resolva :

Postado em 16 de Maio de 2017 às 06h14

Cachorro engasgado: o que fazer?

Trupe da Kuki Clínica Veterinária Fuçar aqui, xeretar acolá, morder, pegar com a boca e sair correndo. Isso te lembra alguém? Pois é, esses são alguns dos encantos desses bichinhos peludos de quatro patas...

Fuçar aqui, xeretar acolá, morder, pegar com a boca e sair correndo. Isso te lembra alguém? Pois é, esses são alguns dos encantos desses bichinhos peludos de quatro patas chamados cachorros. Mas essas atitudes podem ser perigosas e acabar fazendo com que seu animalzinho fique engasgado.

Pedaços de brinquedos, ossos e até mesmo ração podem ser fatores que levem seu cachorrinho a engasgar. Se isso acontecer você deve manter a acalma e seguir alguns passos simples para ajudá-lo.

Identificando um engasgo
Apesar de os cachorros estarem sempre com alguma coisa na boca, não é tão fácil de eles se engasgarem. Além disso, você pode confundir uma tosse canina ou um espirro reverso como engasgo. Aqui vão alguns sintomas que os cachorros apresentam se estiverem engasgados:

o animalzinho fica excessivamente agitado e agoniado;

tosse e tentativa de vomitar;

o cachorro pode começar a babar;

nota-se dificuldade para respirar;

podem levar as patinhas à boca, como uma tentativa de tirar algo preso;

posição reta: cabeça e pescoço abaixados, orelhas baixas;

gengivas azuladas ou esbranquiçadas;

em casos mais graves, desmaio.

Tente observar se o animal consegue engolir. Se sim, é menos provável que ele esteja engasgando.

Primeiros socorros
Quando identificar que seu cãozinho está realmente engasgado é hora de entrar em ação. O mais recomendado é levá-lo ao veterinário, no entanto você pode tentar algumas manobras enquanto não chega até o consultório ou caso não haja tempo suficiente.

Você pode, também, ligar para o médico veterinário para que ele te auxilie durante os procedimentos. Isso seria o mais indicado. De qualquer forma, vou te passar algumas medidas básicas para os primeiros socorros caso seu animal esteja engasgado.



Objeto preso na garganta
Você pode tentar observar se encontra algum objeto preso na garganta do seu animal. O ideal seria obter a ajuda de alguém para que possa segurar firme o cachorro a fim de não machucá-lo. Use uma lanterna para ver melhor o fundo da garganta. Caso consiga ver o objeto, você pode tentar retirá-lo, mas precisa tomar muuuuuito cuidado. Um movimento mais exagerado e você pode acabar empurrando ainda mais o objeto ou ainda machucar a garganta do bichinho.

Utilize uma pinça ou algo similar. Mais uma vez, peça a ajuda de alguém para manter o animal imóvel e realizar com calma o procedimento.

Manobras para ajudar seu animal engasgado
Outra forma de tentar deslocar o objeto que esteja obstruindo a garganta de seu animal é realizar algumas manobras.

Se o cachorro for pequeno, segure-o pelas patas traseiras e levante ele, deixando a cabeça para baixo. Chacoalhe o animal (DELICADAMENTE) e veja se ele consegue expelir o objeto.

Já se seu cãozinho for grande e for impossível suspendê-lo, segure as patas de trás e levante-as, mantendo as patas dianteiras no chão. Como se estivesse fazendo um carrinho de mão com o animal, sabe? Fique atento para ver se o objeto é expelido.

Manobra de Heimlich.

A manobra de Heimlich é aquela utilizada para socorrer humanos engasgados. Por ser mais agressiva, ela pode ser um pouco perigosa e acabar machucando algum órgão do animal, por isso só faça em caso de extrema necessidade.

Para realizar essa manobra, você vai segurar o cachorro com as costas apoiadas no seu peito. Entrelace as mãos posicionando-as no abdômen, abaixo das costelas. Faça força e pressione o corpo do animal contra o seu realizando o movimento para cima. Isso faz com que o ar que está no animal expulse o objeto que esteja preso na garganta. Mais uma vez, fique atento para ver se observa alguma coisa saindo da boca do animal.

Mesmo que consiga remover o objeto e seu animalzinho esteja respirando normalmente, engolindo e com o rabinho abanando, é importante levá-lo ao médico veterinário para ter certeza de que o incidente não machucou a garganta nem nenhum órgão do cãozinho. Depois, é só ficar sempre atento ao que seu filho peludo anda xeretando para isso nunca mais acontecer!


 

Veja também

5 comportamentos essenciais para ensinar para o filhote07/02/17 Quando trazemos um filhote para nossa casa, estamos trazendo ele ao nosso mundo e precisamos ensiná-lo a conseguir desenvolver habilidades necessárias para ter uma vida boa na nossa rotina corrida. A maneira como ensinamos nossos cães vai influenciar como esse filhote vai ser quando adulto, por isso eduque sempre de maneira positiva e não utilize punições. Aqui......
Gatos e visitas: como lidar com essa situação22/08/17 Muitos donos de gatos não sabem o que fazer ao se deparar com essa situação: gatos e visitas. Isso acontece principalmente quando o gato é recém-chegado ou muito arisco. Como devemos deixar nossos miaus? Para a......
Transporte de animais no carro17/08/17 Seja para uma viagem longa, uma ida ao veterinário ou apenas um passeio na casa da vovó, muito provavelmente alguma vez na vida você vai andar de carro com seu animalzinho. Mas o transporte de animais no carro exige alguns cuidados em prol......

Voltar para Blog