Aba 1

Trupe da Kuki Clínica Veterinária
E-mail
Resolva :

Postado em 26 de Outubro de 2017 às 08h17

Como administrar vitaminas para gatos

Notícias (17)
Trupe da Kuki Clínica Veterinária Apesar da carência de vitaminas em gatos ser rara hoje em dia, ela ainda pode acontecer. Nesse caso, é preciso se preparar, pois dar vitaminas para gatos não é tão fácil...

Apesar da carência de vitaminas em gatos ser rara hoje em dia, ela ainda pode acontecer. Nesse caso, é preciso se preparar, pois dar vitaminas para gatos não é tão fácil quanto parece e deve se prestar um cuidado extra para que a suplementação não seja exagerada. Veja como identificar a necessidade de dar vitaminas para gatos.

Diagnósticos
O problema com ver carência de vitaminas é que cada falta de uma vitamina específica causa um sintoma diferente. É por isso que os exames laboratoriais são importantes. Os exames gerais por si já devem apontar as necessidades das vitaminas para gatos e o tamanho da deficiência.

“O ideal é dar uma ração super premium e visitar o veterinário pelo menos 1 vez ao ano”, afirma o médico veterinário José Mourinho.

Suplementação
Uma vez que a carência vitamínica for diagnosticada, a suplementação deve ser iniciada imediatamente.

No entanto, é preciso prestar atenção: esse processo deve ser orientado por um veterinário e seguido estritamente. Isso porque o excesso de vitaminas também traz problemas graves.

Algumas vitaminas devem ser dadas isoladamente e outras podem ser oferecidas aos gatos em complexos vitamínicos.

Importância das vitaminas para gatos
Os multivitamínicos são mais usados em quadros de dieta inadequada ou animais que comem dieta caseira. Doenças como carência de taurina ou cobalamina devem ser suplementadas de uma forma mais específica do que complexos vitamínicos.

Algumas doenças, por falta de vitaminas, são muito graves e podem chegar a matar o seu miau. Por isso, o acompanhamento médico e uma dieta de qualidade são fundamentais.

“A melhora com a suplementação normalmente é vista com a diminuição dos sintomas e nos exames laboratoriais

Veja também

Tipos de Sarna24/01 Existem diversas doenças de pele que acometem cães e gatos, com causas variadas. Você conhece os tipos de sarna? A frequência dessas doenças é alta e os sintomas geralmente são semelhantes, tais como prurido (coceira), vermelhidão, crostas, queda de pelos, etc. Somente o Médico Veterinário pode diagnosticá-las através de......
Como saber de qual tamanho um cão ficará quando crescer?04/10/17 Na hora de adotar um cachorro, uma das principais preocupações é saber o tamanho que ele chegará na vida adulta. No caso de cães de raça, é mais fácil ter essa ideia, mas e quando estamos falando......
Prevenção: vacina, vermífugo e antipulgas14/02/17 A melhor maneira de evitar ao máximo que seu bichinho fique doente é a prevenção! Aplicar vacinas, antipulgas e vermífugos na frequência certa, oferece uma garantia maior de que seu amigo ficará saudável!......

Voltar para Blog