Aba 1

Trupe da Kuki Clínica Veterinária
E-mail
Resolva :

Postado em 11 de Julho de 2017 às 09h03

Cuidados importantes com cães idosos

Dicas (30)
Trupe da Kuki Clínica Veterinária A idade vai chegando e os cuidados devem ser cada vez maiores! Neste artigo você vai saber quais são os cuidados importantes com cães idosos. Você sabe com quantos anos um...

A idade vai chegando e os cuidados devem ser cada vez maiores! Neste artigo você vai saber quais são os cuidados importantes com cães idosos.

Você sabe com quantos anos um cão é considerado idoso? Então continue lendo para saber.

Como saber se o cachorro é idoso?

Para saber se um cachorro já é considerado idoso, é importante ter um parâmetro e considerar algumas informações.

Quanto menor o cão, maior a expectativa de vida. Isto porque em cães de porte grande e gigante, o processo de envelhecimento começa mais cedo. Enquanto um cão de porte pequeno atinge o período geriátrico em torno dos 11 anos de idade, em um cão de porte gigante este mesmo período se inicia aos 7 anos.

Alguns sinais no cachorro também podem evidenciar sua idade avançada: pelos brancos, dificuldade em enxergar ou ouvir, não demonstrar tanto interesse mais em brincar ou correr e ter muito tártaro nos dentes.

Você também pode identificar na tabela abaixo a idade do seu cão para saber se ele já é idoso, comparando com a idade humana.

Principais problemas de saúde

A idade vai chegando e com ela também os problemas de saúde. Assim como os humanos, os cães também sofrem com algumas doenças comuns:

Doença periodontal: é uma das mais comuns entre adultos e idosos e se não for tratada, pode levar a infecções graves, até perda dos dentes;
Obesidade: atinge grande parte dos cães, principalmente as raças Boxer, Bulldog, Pug, Golden, Labrador e Rottweiler, que são as que possuem tendência para a doença;
Artrite: diversas causas podem levar um cão a ter esta doença, e a obesidade é uma delas. Com o passar dos anos também os ossos ficam desgastados e não correspondem tanto mais;
Hipotireoidismo: é uma doença de certa forma comum e que deve ser diagnosticada e tratada rapidamente. Acomete muitas raças, mas dificilmente ocorre no Pastor Alemão e nos cães de raças misturadas, como o Vira Lata.
Câncer: assim como acontece com as pessoas, o aumento do tempo de vida acaba trazendo à tona algumas doenças que em jovens são menos frequentes, como câncer. A doença não tem cura. Mas a noticia boa é que para grande parte dos tumores benignos ou malignos (câncer) em cães, existe tratamento para minimizar os sintomas e levar um pouco de conforto ao animal.

Cuidados com alimentação

É nesta parte que é preciso mais cuidado. A alimentação pode afetar tudo no seu amigo de quatro patas, portanto, sempre siga as recomendações do veterinário.

Como os cães idosos são menos ativos, têm mais propensão para engordar. Sendo assim, recomenda-se oferecer uma ração específica para o cachorro idoso, com uma taxa maior de fibras. Por outro lado eles também podem entrar em emagrecimento para manter sua temperatura, por isso é recomendado uma ração exclusiva para cães idosos, pois elas possuem mais energia.

Clique aqui e saiba quais são as melhores rações para cães idosos.

Problemas de magreza excessiva também podem ocorrer devido à diminuição do olfato, o que acarreta na perda do paladar. Neste caso, deve-se oferecer alimentos bem saborosos, estimulando o animal a comer mais e com maior frequência também ofereça pequenas porções durante o dia, com mais frequência.

Oferecer alimentação natural é uma ótima ideia, pois são comidas mais saudáveis. Uma dieta natural para um cachorro idoso deverá fornecer uma extensa quantidade de nutrientes essenciais. Alimentos úmidos ou a ingestão de líquidos como a água favorece a micção, o que baixa o risco de cálculos e infecção urinária nesses cães. Para oferecer uma alimentação natural é preciso que ela seja bem balanceada, não é resto da nossa comida!

Clique aqui e conheça uma receita de AN especial para os cães “vovôs”.

Conhecer seu amigo de quatro patas, reconhecer seus limites e dificuldades é essencial para proporcionar a ele uma vida tranquila, saudável e muito feliz.
Cuide muito bem de seu cão idoso e garanta momentos inesquecíveis a ele e a você.
 

Veja também

SILIMARINA X DOENÇAS HEPÁTICAS EM CÃES E GATOS06/03 O fígado é um órgão vital que ajuda na desintoxicação do sangue e na remoção de impurezas no nosso corpo. E no caso de cães e gatos, não haveria de ser diferente. O fígado é um dos órgãos mais vulneráveis nos pets. É propenso a diversas doenças, como a insuficiência......

Voltar para Blog