Aba 1

Trupe da Kuki Clínica Veterinária
E-mail
Resolva :

Postado em 06 de Setembro de 2017 às 08h18

Gatos com FeLV: o que é e como identificar essa doença

Trupe da Kuki Clínica Veterinária Conhecida como “Leucemia dos gatos”, a FeLV (junto com a PIF e a FIV) é uma das mais cruéis para os bichanos. Responsável por afetar o sistema imunológico dos miaus, gatos...

Conhecida como “Leucemia dos gatos”, a FeLV (junto com a PIF e a FIV) é uma das mais cruéis para os bichanos. Responsável por afetar o sistema imunológico dos miaus, gatos com FeLV, assim como com as outras doenças, também não podem ser curados, mas os sintomas podem ser amenizados em busca de uma melhor qualidade de vida.

Transmissão
O vírus da FeLV pode ser transmitido de várias formas: através da saliva e secreções de um gato contaminado, contato com fezes e urina contamina (por isso, se um gato seu está com FeLV, não deixe que compartilhe a caixa com os outros miaus), até por potes de comida ou água.

 
Filhotes de gatas infectadas já podem nascer com a doença por contaminação da placenta ou até durante a amamentação.
E assim como a FIV, a doença só é transmitida de gato para gato, ou seja, humanos não podem ser contaminados.
Sintomas
A FeLV, assim como a FIV, também compromete a imunidade do seu miau. Gatos com FeLV apresentam diversos sintomas. Entre eles, estão perda de peso, anemia, tumores (principalmente o linfoma), depressão, dificuldade de respirar, febre, problemas nas gengivas, mucosa alterada nos olhos, nos rins, no baço e no fígado (que aumentam de tamanho).
Além disso, é importante lembrar que o vírus pode já estar no gato e ele não apresentar nenhum sintoma. O vírus pode demorar anos para se manifestar.
 
Diagnóstico e tratamento de gatos com FeLV
Não adianta fazer um exame de sangue comum nos gatos. Ele não é capaz de identificar se o seu gato é portador do vírus da FeLV. Por isso, é necessário fazer um exame de sangue específico para a doença, chamado ELISA. Como dito anteriormente, muitas vezes os gatos não apresentam sintomas, então é importante todos os gateiros levarem seus gatos para realizar esse exame.
Não existe cura para a FeLV ainda. Só é possível tratar os sintomas para melhorar a qualidade de vida dos gatos com FeLV. No entanto, existe no mercado a vacina quíntupla que serve de prevenção contra o vírus. Ela deve ser dada quando o gato é filhote e depois anualmente.



Veja também

Plantas comestíveis para gatos: como administrar04/10/17 Se você tem um jardinzinho, provavelmente já viu seu gato mastigando algumas de suas plantinhas. Estranho? Não mesmo. Existem sim plantas comestíveis e os gatos amam! Por quê? Porque algumas ervas são calmantes e algumas ajudam a provocar vômitos para eliminar bolas de pelo. Benefícios Além de paladar mais agradável e um cheiro......
Gatos e bebês: isso é um problema?09/05/17 Não precisa de desespero. É claro muitas grávidas se questionam o que vão fazer no futuro, tendo em casa gatos e bebês (no singular ou no plural) e se vai se deparar com dificuldades para manter o equilíbrio entre os......
5 dicas importantes sobre a chegada de um filhote02/03/17 Seu melhor amigo chegou em casa. Um filhote, que exige atenção, cuidados especiais e que provavelmente aprontará bastante durante essa fase… Nesse momento, vem o medo de tornar o ambiente mais seguro e confortável, para que......

Voltar para Blog