Aba 1

Trupe da Kuki Clínica Veterinária
E-mail
Resolva :

Postado em 09 de Maio de 2017 às 07h18

Gatos e bebês: isso é um problema?

Gatos (20)
Trupe da Kuki Clínica Veterinária Não precisa de desespero. É claro muitas grávidas se questionam o que vão fazer no futuro, tendo em casa gatos e bebês (no singular ou no plural) e se vai se deparar com...

Não precisa de desespero. É claro muitas grávidas se questionam o que vão fazer no futuro, tendo em casa gatos e bebês (no singular ou no plural) e se vai se deparar com dificuldades para manter o equilíbrio entre os dois.

Primeiro de tudo, é importante lembrar que animais domésticos não são objetos, então você não pode descartá-los a qualquer momento. A adoção é um ato de responsabilidade e é necessário sempre ter isso em mente.

Além disso, a ideia de que gatos trazem risco à saúde de bebês e crianças não passa de um mito. Gatos e bebês podem conviver normalmente, sem dificuldades algumas.

“O animal tem, é claro, que se acostumar com a situação, porque ele estava ali ‘primeiro’”, afirma a médica veterinária Bianca Couto, da clínica The Cat From Ipanema, que viveu a experiência na pele. “Meus gatos entravam dentro de berço, dormiam na mesma cama e eu nunca tive problema algum”, conta.

Cuidados com os gatos e bebês
Para que a convivência entre os gatos e bebês seja tranquila e não haja preocupações, a resposta é bem simples: basta manter o seu gato saudável.

“É só você manter esse animal com idas ao veterinário, vermifugado, vacinado, unhas aparadas para não ter o problema de arranhar o neném, o que pode acontecer acidentalmente”, explica Bianca.
Além disso, o esforço para acostumar os dois deve ser constante, para que não haja estranheza de nenhuma das partes.

Saúde e ciência
Não é apenas mentira que gatos podem prejudicar a saúde dos bebês, como na realidade, a história é justamente o contrário: existem vários estudos hoje em dia que dizem que as crianças que convivem com os animais ficam mais saudáveis.

“Elas acabam desenvolvendo mais imunidade e menos tendência a terem alergias. No caso de criança alérgica, tem que fazer teste para ver ao que exatamente a criança é alérgica. Não pode pular para a conclusão de que é o pêlo do gato”, recomenda a veterinária.

Além disso, estudos mostram que os felinos têm grande potencial terapêutico.

Então, mamãe ou futura mamãe, nada de se desesperar: gatos e bebês podem conviver tranquilamente e quem disser o contrário não sabe do que está falando.

Veja também

5 comportamentos essenciais para ensinar para o filhote07/02/17 Quando trazemos um filhote para nossa casa, estamos trazendo ele ao nosso mundo e precisamos ensiná-lo a conseguir desenvolver habilidades necessárias para ter uma vida boa na nossa rotina corrida. A maneira como ensinamos nossos cães vai influenciar como esse filhote vai ser quando adulto, por isso eduque sempre de maneira positiva e não utilize punições. Aqui......
Cachorro gripado: sintomas e tratamentos31/07/17 Se tem uma coisa que nós humanos já estamos acostumados é pegar aquela tradicional gripe pelo menos uma vez por ano, né? Nariz escorrendo, tosse, espirro, moleza no corpo e às vezes até febre. Pois saiba que nossos......
5 dicas importantes sobre a chegada de um filhote02/03/17 Seu melhor amigo chegou em casa. Um filhote, que exige atenção, cuidados especiais e que provavelmente aprontará bastante durante essa fase… Nesse momento, vem o medo de tornar o ambiente mais seguro e confortável, para que......

Voltar para Blog